quarta-feira, 7 de março de 2012

Pro 12 - Material de apoio

Pistas para
História de Vida
RVCC |Nível Básico
“A vida só pode ser compreendida olhando­se para trás;
mas só pode ser vivida, olhando­se adiante.”
Kierkgaard
Este documento apresenta algumas pistas, tópicos e sugestões que
poderão ser úteis para a realização da actividade “História de Vida”
no Nível Básico do processo de RVCC.
Não pretende ser um manual exaustivo sobre todos os aspectos da
“História de Vida”, mas sim disponibilizar um conjunto de indicações
que podem responder aos principais problemas encontrados pelos
adultos quando realizam esta actividade.
Todas as indicações, “Pistas” aqui disponibilizadas devem ser
interpretadas como sugestões, e não como regras a aplicar
obrigatoriamente.
O adulto deverá ser sempre livre de desenvolver a sua “História de
Vida” da formar que lhe for mais confortável. Tendo sempre
presente que está a construir um PRA (portefólio reflexivo de
aprendizagem) a sua história de vida não poderá ser um mero relato
de episódios mas tem, obrigatoriamente, de conter reflexões sobre o
que aprendeu ao longo da vida.Página 2 de 4
Centro de Novas Oportunidades
Escola Profissional Cristóvão Colombo
Avenida do Infante, nº 6
9000­015 Funchal
Tel.+351 291201770
Fax: +351 291201779
Site: www.epcc.pt
E­mail: info@epcc.pt
Entidade formadora
acreditada pela DRFP
Entidade com o apoio
do POPRAM e FSE
Fases da vida
æNascimento
Contextualize o seu nascimento.
¸ País, cidade, lugar, entre outros:
Tenha ematenção aos diversos acontecimentos sociais, políticos e de outra natureza que poderão ter
influenciado a sua vida e reflicta sobre isso.
¸ Composição do seu agregado familiar na época e relações existentes:
Reflicta sobre a importância destas pessoas na sua vida e o que aprendeu comelas. Poderá fazer a
sua árvore genealógica.
æInfância
Contexto familiar, escolar, social e outros.
¸ Que recordações temdesta época?
¸ Fale das pessoas, acontecimentos, episódios de vida e reflicta sobre a importância destes na sua vida;
¸ Mencione o que aprendeu na sua infância e dê exemplos.
æ Adolescência
Contexto familiar, escolar, social e outros.
¸ Como foi a sua adaptação a esta nova realidade (adolescência)?
¸ Que mudanças, acontecimentos ocorrerame qual a sua importância?
¸ Que pessoas partilharama sua vida?
¸ Reflicta sobre o que aprendeu ao longo desta fase da sua vida e ilustre comdiversos episódios;
¸ Que utilidade deu aos conhecimentos adquiridos durante a adolescência?
æ Idade adulta
Contexto familiar, escolar, profissional, social e outros.
¸ Fale da sua entrada no mercado de trabalho, da importância da formação profissional na sua vida;
¸ Mencione todo o seu percurso profissional e todas as competências adquiridas e o que guarda até
hoje;
¸ Que outras aprendizagens ocorreramenquanto adulto?
¸ Reflicta sobre a sua rede de relações e o que aprendeu comas pessoas que fizeramparte da sua vida
nesta fase;
¸ Quais eramas suas expectativas?Página 3 de 4
Centro de Novas Oportunidades
Escola Profissional Cristóvão Colombo
Avenida do Infante, nº 6
9000­015 Funchal
Tel.+351 291201770
Fax: +351 291201779
Site: www.epcc.pt
E­mail: info@epcc.pt
Entidade formadora
acreditada pela DRFP
Entidade com o apoio
do POPRAM e FSE
æ Actualidade
Tendo em conta tudo aquilo que escreveu sobre si nas outras fases da sua vida.
¸ Como se descreve, hoje emdia, enquanto pessoa?
¸ Que sonhos foramconcretizados, abandonados, adiados, porquê e o que aprendeu comisso?
¸ Quais são as suas áreas de interesse quer pessoal quer profissional?
¸ Como ocupa os seus tempos livres?
¸ Descreva e reflicta sobre a sua vivência no processo de RVCC;
¸ Que outras metas traçou para a sua vida e como as pretende atingir?.
Outros conselhos
æ Formatação texto
Escreva a história da sua vida utilizando um software de processamento de texto, como por
exemplo o Microsoft Word.
Quanto à formatação do documento, nomeadamente do seu texto, tenha em atenção o
seguinte:
ó O que deve fazer:
¸ Formatar os textos como tipo de letra “Arial”, “Tahoma”, “Colibri” ou outro parecido;
¸ Usar o tamanho de 11 ou 12, nos textos;
¸ Usar umtamanho de letra superior a 18, nos títulos, dependendo da frase, podendo usar outro
tipo de letra;
¸ Fazer umespaçamento entre o parágrafos, afastando estes, para os destacar e facilitar a leitura;
¸ Colocar rodapés comnumeração de páginas;
¸ Comprimir as imagens utilizadas
Tenha em atenção que existem determinadas formatações que não valorizam a sua história de
vida e que deve evitar
ó O que deve evitar:
¸ Usar a letra “Times NewRoman”;
¸ Formatar os textos comuma letra grande, isto é superior a 12 ou 13;
¸ Formatar os títulos como mesmo tamanho usado para formatar a letra do texto;
¸ Juntar os parágrafos ou, simplesmente, não fazer parágrafos;
¸ Não numerar as páginas;
¸ Colocar imagens muito pequenas, ou demasiado grandes.Página 4 de 4
Centro de Novas Oportunidades
Escola Profissional Cristóvão Colombo
Avenida do Infante, nº 6
9000­015 Funchal
Tel.+351 291201770
Fax: +351 291201779
Site: www.epcc.pt
E­mail: info@epcc.pt
Entidade formadora
acreditada pela DRFP
Entidade com o apoio
do POPRAM e FSE
æ Linguagem
Ao escrever a “História de vida”deverá ter cuidado com a linguagem escrita utilizada, tendo em
atenção o seguinte:
¸ Tenha ematenção a ortografia e a estrutura frásica;
¸ Utilize os sinais de pontuação;
¸ Não escreva frases demasiado extensas;
¸ Diversifique o seu vocabulário e expressões utilizadas;
¸ Sempre que utilizar siglas pela primeira vez, deverá escrever o seu significado;
¸ Lembre­se que está a utilizar a linguagemescrita logo, não deve escrever como fala ou pronuncia
as mais diversas palavras;
¸ Faça parágrafos sempre que mudar de ideia;
¸ Utilize os dicionários, eles são uma fonte de saber!
æ Áreas chave
Sendo a “História de Vida” uma actividade central do seu portefólio que deverá evidenciar
todas as competências adquiridas ao longo da vida, nela deverão estar incluídas também,
tanto quanto possível, todas as actividades das áreas de TIC, MV, LC e CE.
Sempre que tal não for possível deverá remeter essa(s) mesma(s) actividade(s) para anexo ou
para um separador à parte.
Todas elas deverão estar devidamente contextualizas, isto é, deverá explicar o porquê da sua
inclusão na história de vida, mesmo quando colocados em anexo.
Lembre­se que, à semelhança de outros episódios da sua vida, também estas actividades não
deverão ser meros relatos mas deverá sempre reflectir sobre elas.
æ Fotos
Procure nos álbuns de família fotos que possam ilustrar a sua história de vida.
Depois de digitalizadas deverá inseri­las, devidamente contextualizadas, na sua história de vida.
Caso encontre algumas dificuldades em encontrar estas imagens, procure outras soluções
criativas:
¸ Vá aos locais e tire fotos;
¸ Procure outras fontes de documentação como seja a Internet, bibliotecas, postais,  etc.,

Sem comentários:

Enviar um comentário